Concursos Nacionais
Concurso Nacional Unificado 2024
Concurso Nacional Unificado preencherá 6.640 vagas de níveis médio e superior em 21 órgãos federais, com salários que variam de R$ 4.008,24 a R$ 22.921,71. O certame é organizado pela Fundação Cesgranrio.

Como vai funcionar

Realizando uma única inscrição, os candidatos poderão concorrer a mais de uma vaga em diferentes órgãos. Para isso, o processo seletivo está dividido entre oito blocos temáticos:

  • infraestrutura, exatas e engenharias (727 vagas);
  • tecnologia, dados e informação (597 vagas);
  • ambiental, agrário e biológicas (530 vagas);
  • trabalho e saúde do servidor (971 vagas);
  • educação, saúde, desenvolvimento social e direitos humanos (1.016 vagas);
  • setores econômicos e regulação (359 vagas);
  • gestão governamental e administração pública (1.748 vagas);
  • nível intermediário (692 vagas).

Ao se inscrever, os participantes deverão optar por um dos blocos temáticos (que agrupam órgãos e carreiras de aptidões similares), além de indicar a ordem de preferência entre as vagas disponíveis dentro da respectiva área escolhida.

Voluntária, a adesão dos órgãos ao Concurso Nacional Unificado pôde ser feita até outubro do ano passado. No total, 21 instituições estão participando da seleção. São elas:

  • Advocacia-Geral da União (AGU) — 400 vagas;
  • Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) — 40 vagas;
  • Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) — 35 vagas;
  • Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) — 30 vagas;
  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) — 502 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) — 895 vagas;
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) — 742 vagas;
  • Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) — 50 vagas;
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) — 520 vagas;
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) — 296 vagas;
  • Ministério da Cultura (MinC) — 50 vagas;
  • Ministério da Educação (MEC) — 70 vagas;
  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) — 1.480 vagas;
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) — 130 vagas;
  • Ministério da Saúde — 220 vagas;
  • Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDCI) — 110 vagas;
  • Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO) — 60 vagas;
  • Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) — 900 vagas;
  • Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) — 40 vagas;
  • Ministério dos Povos Indígenas (MPI) — 30 vagas;
  • Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) — 40 vagas.

Serão selecionados 5.948 servidores para cargos de nível superior e 692 para funções com exigência de ensino médio. Em relação às cotas, o governo respeitou o percentual previsto na legislação de:

  • 20% das vagas reservadas para pessoas negras;
  • 5% das vagas reservadas para pessoas com deficiência;
  • 30% das vagas reservadas para indígenas no quadro de servidores da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai).
  • Divisão das vagas por blocos temáticos e cargos

    • Infraestrutura, exatas e engenharias (727 vagas):
    • cnu1
    • cnu2
    • Tecnologia, dados e informações (597 vagas):
    • 3
    • 4
    • Ambiental, agrário e biológicas (530 vagas):
    • 5
    • 6
    • Trabalho e saúde do servidor (971 vagas):
    • 7
    • Educação, saúde, desenvolvimento social e direitos humanos (1.016 vagas):
    • 8
    • 9
  • Setores econômicos e regulação (359 vagas):
  • 10

  • 11
  • Gestão governamental e administração pública (1.748 vagas):
  • 12
  • 13
  • 14
  • Nível intermediário (692 vagas):
  • 15
  • Locais de provas

    As cidades estão espalhadas por todas as regiões do país, assim distribuídas: 61 no Nordeste, 70 no Sudeste, 40 no Norte, 27 no Sul e 22 no Centro-Oeste. As provas ocorrem em 5 de maio.

    • Acre: Cruzeiro do Sul e Rio Branco.

    • Alagoas: Arapiraca e Maceió.

    • Amazonas: Coari, Itacoatiara, Lábrea, Manaus, Manicoré, Parintins, São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga e Tefé.

    • Amapá: Laranjal do Jari, Macapá e Oiapoque.

    • Bahia: Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brumado, Camaçari, Eunápolis, Feira de Santana, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Jacobina, Jequié, Lauro de Freitas, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Salvador, Teixeira de Freitas e Vitoria da Conquista.

    • Ceará: Caucaia, Crateús, Fortaleza, Iguatu, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Quixadá e Sobral.

    • Distrito Federal: Brasília.

    • Espírito Santo: Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, São Mateus, Serra, Vila Velha e Vitória.

    • Goiás: Aparecida de Goiânia, Catalão, Goianésia, Goiânia, Iporá, Itumbiara, Mineiros, Porangatu e Rio Verde.

    • Maranhão: Bacabal, Balsas, Caxias, Chapadinha, Imperatriz, Pinheiro, Presidente Dutra, Santa Inês e São Luís.

    • Minas Gerais: Almenara, Araçuaí, Araxá, Belo Horizonte, Betim, Contagem, Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Itajubá, Ituiutaba, Janaúba, Januária, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Muriaé, Paracatu, Passos, Patos de Minas, Pirapora, Teófilo Otoni, Uberaba e Uberlândia.

    • Mato Grosso do Sul: Campo Grande, Corumbá, Dourados e Três Lagoas.

    • Mato Grosso: Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Tangara da Serra e Várzea Grande.

    • Pará: Altamira, Ananindeua, Belém, Bragança, Breves, Cametá, Itaituba, Marabá, Monte Alegre, Oriximiná, Paragominas, Parauapebas, Redenção, Santana do Araguaia, Santarém, São Félix do Xingu e Tucuruí.

    • Paraíba: Campina Grande, João Pessoa, Patos e Sousa.

    • Pernambuco: Caruaru, Garanhuns, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Petrolina, Recife e Serra Talhada.

    • Piauí: Bom Jesus, Corrente, Floriano, Parnaíba, Picos, São Raimundo Nonato e Teresina.

    • Paraná: Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Londrina, Maringá, Paranaguá, Ponta Grossa, São José dos Pinhais e Umuarama.

    • Rio de Janeiro: Belford Roxo, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Niterói, Nova Iguaçu, Petrópolis, Rio de Janeiro, São Gonçalo, São João de Meriti e Volta Redonda.

    • Rio Grande do Norte: Caicó, Mossoró, Natal e Parnamirim.

    • Rondônia: Ariquemes, Ji Paraná, Porto Velho e Vilhena.

    • Roraima: Boa Vista e Rorainópolis.

    • Rio Grande do Sul: Bagé, Caxias do Sul, Farroupilha, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santo Ângelo, e Uruguaiana.
      Santa Catarina: Blumenau, Caçador, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e São José.

    • São Paulo: Araçatuba, Bauru, Caçapava, Campinas, Guarulhos, Hortolândia, Itapeva, Jacareí, Marilia, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Paulínia, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Taboão da Serra, Valinhos e Vinhedo.

    • Sergipe: Aracaju e Itabaiana.

    • Tocantins: Araguaína, Gurupi e Palmas.


      Atribuições de alguns cargos

      • Técnico em comunicação social (Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos) — desenvolver atividades técnico/especializadas de planejamento, organização, avaliação e execução de atividades relativas à comunicação social, cerimonial e relacionamento institucional com outras entidades e com a sociedade, na cobertura de eventos e reuniões, na interpretação de informações e redação de notícias, selecionando, revisando e preparando matérias e projetos gráficos que objetivem, inclusive, a adoção de medidas voltadas ao marketing institucional e à realização de campanhas publicitárias, bem como produzir publicações internas e prestar assessoramento e suporte ao Ministério, em assuntos ligados à comunicação e relacionamento com as mídias, bem como desempenhar quaisquer outras atividades constitucionais e legais a cargo do Ministério, desde que não exigida qualificação específica.

      • Técnico de laboratório (Ministério da Agricultura e Pecuária) — Execução de atividades técnicas-operacionais nos laboratórios da rede oficial, relacionadas com: a sanidade das populações vegetais; a saúde dos rebanhos animais; a idoneidade dos insumos e serviços utilizados na agropecuária; e a identidade e a segurança higiênico-sanitária e tecnológica dos produtos agropecuários finais, envolvendo a realização de ensaios e análises físico-químicas, bioquímicas, químicas, bromatológicas, bacteriológicas, bacterioscópicas e microbiológicas; operação, calibração e manutenção de equipamentos e instalações laboratoriais; manutenção de sistemas de gestão da qualidade nos laboratórios; procedimentos de biossegurança laboratorial; e tratamentos prévios e complementares dos resíduos laboratoriais.

      • Arquiteto (Advocacia-Geral da União) — Desenvolver e realizar projetos de arquitetura; planejar, coordenar a operação e a manutenção, orçar, emitir laudo técnico, vistoriar, fiscalizar execução de contratos de obras; controlar a qualidade dos suprimentos e serviços comprados e executados; elaborar normas e documentos e outras atividades compatíveis com o cargo.

      ✍ Saiba o que estudar para as provas

      Confira abaixo os temas indicados no conteúdo programático para cargos de nível médio:

      • Língua portuguesa — 1 Compreensão de textos. 2 A organização textual dos vários modos de organização discursiva. 2 Coerência e coesão. 3 Ortografia. 4 Classe, estrutura, formação e significação de vocábulos. 5 Derivação e composição. 6 A oração e seus termos. 7 A estruturação do período. 8 As classes de palavras: aspectos morfológicos, sintáticos e estilísticos. 9 Linguagem figurada. 10 Pontuação.

      • Matemática — 1 Conjuntos numéricos: naturais, inteiros, racionais e reais; múltiplos, divisores, números primos; potências e raízes. 2 Sistemas de Unidades de Medidas: comprimento, área, volume, massa e tempo. 3 Razão e proporção: regra de três simples e regra de três composta; porcentagem, juros simples e juros compostos. 4 Equação do 1º grau, equação do 2º grau, sistemas de equações; equações exponenciais e logarítmicas. 5 Funções: afins, quadráticas, exponenciais, logarítmicas. 6 Progressões aritméticas e geométricas. 7 Análise combinatória: princípio fundamental da contagem, permutação, arranjo e combinação. 8 Probabilidade. 9 Estatística básica: leitura e interpretação de dados representados em tabelas e gráficos; medidas de tendência central (média, mediana, moda); 10 Geometria plana: polígonos, circunferência, círculo, teorema de Pitágoras, trigonometria no triângulo retângulo; perímetros e áreas. 11 Geometria espacial: prisma, pirâmide, cilindro, cone e esfera; áreas e volumes.

      • Realidade brasileira — 1 Formação do Brasil contemporâneo: 1.1 Da independência à República. 1.2 Primeira República: elite agrária e a política da economia cafeeira. 1.3 O Estado Getulista. 1.4 Democracia e rupturas democráticas na segunda metade do século XX; 1.5 A redemocratização e a busca pela estabilidade econômica. 2 História dos negros no Brasil: luta antirracista, conquistas legais e desafios atuais. 3 História dos povos indígenas do Brasil: luta por direitos e desafios atuais. 4 Dinâmica social no Brasil: estratificação, desigualdade e exclusão social. 5 Manifestações culturais, movimentos sociais e garantia de diretos das minorias. 6 Desenvolvimento econômico, concentração da renda e riqueza. 7 Desenvolvimento sustentável e meio ambiente. 8 Biomas brasileiros: uso racional, conservação e recuperação. 9 Matriz energética: fontes renováveis e não renováveis; mudança climática; transição energética. 10 População: estrutura, composição e dinâmica. 11 Desenvolvimento urbano brasileiro: redes urbanas; metropolização; crescimento das cidades e problemas urbanos. 12 Infraestrutura urbana e segregação socioespacial. 13 Desenvolvimento rural brasileiro: estrutura e concentração fundiária; sistemas produtivos e relação de trabalho no campo. 14 A inserção do Brasil no sistema internacional. 15 Estado Democrático de Direito: a Constituição de 1988 e a afirmação da cidadania.

      • Noções de direito — I – Direito e garantias fundamentais: Direitos e deveres individuais e coletivos; direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade; direitos sociais; nacionalidade; cidadania; garantias constitucionais individuais; garantias dos direitos coletivos, sociais e políticos. II – A organização do Estado: Administração pública (artigos de 37 a 41, da Constituição Federal de 1988). III - Direito Administrativo: 1 Direito administrativo: conceito, fontes e princípios. 2 Organização administrativa da União; administração direta e indireta. 3 Agentes públicos: poderes, deveres e prerrogativas; cargo, emprego e função públicos; Regime Jurídico Único (Lei nº 8.112/1990 e suas alterações): provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; direitos e vantagens; regime disciplinar; responsabilidade civil, criminal e administrativa. 4 Poderes administrativos: poder hierárquico; poder disciplinar; poder regulamentar; poder de polícia; uso e abuso do poder. 5 Ato administrativo: validade, eficácia; atributos; extinção, desfazimento e sanatória; classificação, espécies e exteriorização; vinculação e discricionariedade. 6 Serviços Públicos: conceito, classificação, regulamentação e controle; delegação: concessão, permissão, autorização. 7 Controle e responsabilização da administração: controle administrativo; controle judicial; controle legislativo; responsabilidade civil do Estado. Sanções aplicáveis aos atos de improbidade administrativa (Lei nº 8.429/1992 e suas alterações). 8 Lei do Processo Administrativo (Lei no 9.784/1999 e suas alterações).

Agenda

Abertura das inscrições19/01/2024
Encerramento das inscrições09/02/2024
Prova05/05/2024
Conteúdo do curso
  • Módulo Inicial
  • Cargo, funções, especialidades e leis  (Solicitar chave de acesso)
  • SIMULADOS ONLINE DE PROVAS ANTERIORES
  • Português para Concursos (Solicitar chave de acesso)
  • Português e Redação para concursos (Solicitar a chave de acesso)
  • Matemática para Concursos (Solicitar a chave de acesso)
  • Raciocínio Lógico para Concursos (Solicitar chave de acesso)
  • SIMULADOS ENEM (Solicitar chave de acesso)
  • SIMULADOS ENCCEJA (Solicitar chave de acesso)
  • Informática Completa
  • Informática Avançada
  • Informática Profissional